Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 4 de fevereiro de 2018

OUÇO O MAR

O que o mar tem a me dizer sobre as travessias africanas feitas em direção ao Brasil? Quantos litros de lágrimas de corpos negros misturaram-se à esta água salgada? Quero ouvir do mar sobre o peso dos navios negreiros, que se alterava sempre que um sequestrado africano era jogado em águas atlânticas. Também me interesso sobre o peso dos barcos repletos de negros refugiados; contemporâneos à mim. É  essa água que constitui meu corpo diaspórico negro-bixa. Mar, grita-me os silenciamentos, aqueles que ainda são produzidos por colonizadores. E diga-me, por favor, a melhor rota que me leva à ilhas de liberdade. 

FOTOGRAFIA: Rodrigo Jesus