Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 3 de dezembro de 2017

CARTOGRAFANDO MINHA ESTRATÉGIA POÉTICA

O que as plantas me dizem? 
Um pouco sobre aquilo que foi despertado em mim, durante a vivencia no terreiro de Pai Gildo

As plantas me trouxeram ate aqui, e agora sinto que preciso andar um pouco a frente delas. Elas sempre iram me acompanhar.  As ervas, flores, raízes, constituem minha corporeidade e poética de modo profundo. Abandona-las ou ignora-las é uma decisão impossível de ser feita por mim. 
Sendo assim, noto que meu atual desafio e desejo é produzir com aquilo que expande a materialidade das plantas, alcançado e produzindo novos ângulos em meu território existencial Bem, ainda tenho investigado como as plantas comparecem em minha vida de maneira singular e coletiva. Em, agora também pergunto-me qual lugar elas ocupam minha história-cultura. 
Sou um corpo afrodiasporico. Na tribo onde minha genética histórica-cultural foi sistematizada, provavelmente há plantas consogradas. Eu poderia estacionar por ai, mas tenho me perguntado o que mais constitui aquele espaço e outros espaços, e de como as plantas relacionam-se com esses outros elementos. 

Temos que fuigr do simplismo. Análises simplistas.