Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Poesia: Pele de Pétalas

Minha pele é feita de um conjunto de pétalas, que foram retiradas de uma flor que desabrochou em meio a um mar de saudades. Saudades daquele marinheiro-jardineiro que a pescou enquanto semente, e a plantou em seu jardim periférico experimental. 

Minha pele tem cheiro de nostalgia. Nostalgia de quando aquele marineiro regava suas raízes com a água trazida do mar de lua cheia, alimentando-as com os movimentos de suas ondas, que levam e trazem amores mal resolvidos.


Essas pétalas que formam minha pele são azuis, da cor do meu cabelo que, semana passada, foi cortado da minha cabeça com a mesma falta de delicadeza que pode ser lamentada por aqueles que assistiram a flor sendo arrancada do caule, que outrora fora raptado por de sua terra.

Essas pétalas presenciaram um adeus que minha pele luta para não dizer. 

Castiel Vitorino