Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 26 de dezembro de 2015

A nova coleção de Grace Wales Bonner (SS16)

Eu estava visitando a sessão de moda do site DAZED , e acabei encontrando um post que logo no título falava sobre linguagem poética na moda. A foto de dois modelos negros também me  chamou bastante a atenção, pois é raro ver pessoas não brancas em editoriais de moda. Então cliquei, e conheci uma designer de moda jamaico-britanica  magnifica, chamada Grace Wale Bonner. Ela estudou na Central Saint Martins, e se formou em  2014. 

Em sua coleção de primavera-verão 2016 - "Malik" -, ela inspirou-se na historia de Malik Ambar, um homem escravizado etíope que se mudou para a Índia Ocidental e tornou-se um grande governante por lá. Chegando a criar e administrar  um exercito independente de até 1500 homens. Grace também se inspirou no estilo pessoal de James Baldwin para montar essa coleção. O conceito desse projeto gira basicamente em volta da diáspora dos povos africanos . 

“It’s about transition, displacement and cultural mirroring between Africa and India, particularly the African diaspora across the Indian Ocean.” Grace Wales Bonner, falando sobre sua coleção Malik.

Essa não foi a primeira vez que vi a moda contando historias de povos negros, mas dessa vez eu me sentir confortável, pois elas finalmente foram contadas por vozes de pessoas negras. 
Digo isso porque quase todos  os modelos usados para divulgar tais criações são negros, diferente do que acontece na maioria das coleções que se propõe a falar sobre cultura africana, indígena, ou oriental em suas mais diversas manifestações; o número de representantes desses grupos étnicos-raciais é quase  nulo, como aconteceu na coleção de primavera-verão 2016 da marca italiana Valentino. 

Eu estou completamente apaixonada pelos trabalhos de Grace Wales, e tudo indica que falarei mais dela aqui no blog. Suas criações ( assim como ela própria) são as representatividades que todos os corpos negros necessitam possuir dentro da moda.  

+LINKS