Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Inverno 2014 + Para se inspirar: BOY LONDON

Reza a lenda, que certo dia Stephane Raynor sonhou com uma espécie de coleção, na qual todas as peças teriam uma mistura de gavião + a palavra BOY como estampa. Então, Stephane acordou e resolveu fazer desse sonho realidade. Imagino que o caminho que ele percorreu para chegar ao desenho final foi curto, assim como o da gráfica/fabrica na qual as roupas foram confeccionadas. O que impressiona mesmo, é a popularidade que essa marca adquiriu desde que lançou sua primeira camiseta. 
Punks, Clubbers e simpatizantes desses movimentos, esse post é para vocês (!).

No final dos anos 70 e início dos 80, os problemáticos jovens delinquentes (punks e etc) estavam descobrindo uma nova formar de chocar a sociedade. Agora o figurino dessas pessoas contava com uma estampa que estava tornando a vida de seus pais um verdadeiro pesadelo. A idéia de colocar a palavra BOY estampada bem grande em alguma parte do corpo, ao ver da atual geração, é aceitável, porém para aqueles que viviam a trinta anos atrás, foi negativamente impactante. O ato feito por uma menina, em sair na rua usando uma camiseta com a palavra BOY escrita na altura de seus seios, foi considerado uma verdadeira afronta aos bons costumes pregados naquela época. E vendo o auê que eles estavam causando usando essa marca por ai , a galera underground logo tratou de juntar suas moedas para comprar tudo que contivesse essa estampa.

Possuindo uma simplicidade estranhamente impactante, a BOY LONDON  (BL) conseguiu ultrapassar até mesmo o sucesso que seu criador esperava (imagino eu). A galerinha do mal de três décadas atrás, transformou essa estampa em mais um dos símbolos que demonstravam seu - constante - descontentamento com aspectos os sociais daquela época.

Com o passar dos anos, a BL foi perdendo seu lugar em baladinhas punks, passando a ocupar festas repletas de jovens aspirantes à fashionistas renomados. Mas sua essência revoltosa ainda sobrevive, no coração dos primeiros compradores claro.