Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Instagram + Música + Para Amar + Para se inspirar + Clipes Fashions: Banda Uó

(a edição dessa foto foi feita pelo dono desse blog)

Em um país onde a grande maioria das pessoas dizem que ser brega é sinônimo de mau gosto visual e musical, existem algumas regiões em que esse termo é entendido de uma maneira diferente. A Banda Uó, nasceu em um desses "apocalíticos" cenários fashions. Ela faz parte de um grupo de artistas que veio  para mostrar que tal "desastre" cultural, não é tão danoso quanto o preconceito que envolve esses movimentos artísticos.

O trio que tornou-se famoso através de versões tecnobregas de sucessos da música pop norte-americana - Whip My Hair, por exemplo-, consolidou sua criatividade apresentando canções compostas pelos seus próprios  integrantes, resultando no lançamento de dois EP's e um álbum de estúdio. Porém, a fonte criativa desses indivíduos não molhou apenas suas composições. Ela também imundou a identidade visual desses três (fato que reflete diretamente em seus videos clipes), deixando com sede aqueles que disseram "dessa água eu não beberei".

A Banda Uó (junto com outras bandas semelhantes), é um grupo em que eu torço para que seu sucesso ultrapasse, principalmente, as fronteiras preconceituosas brasileiras, que separam o "bom" do "ruim". A cultura brega não é melhor que qualquer outra, mas ela faz parte de um conjunto discriminado. Ao meu ver, esses não precisam de uma grandiosa aprovação do povo brasileiro, mas necessitam que o mesmo veja essa opção como algo normal. O gostar é tão natural quando o não gostar, absurdo mesmo é criar justificativas ignorantes para dizer que apenas uma dessas opções é a certa.