Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

HARAJUKU: Pastel Goth

Atualmente vivemos em uma sociedade confusa. Estamos passando por um momento de transação. Alguns conceitos estão sendo mudados, assim como grupos góticos. O estilo PASTEL GOTH reflete isso de uma maneira assustadora, com uma pitada de açúcar claro. 

Antes dos fans de Evanescence  e afins começarem a tacar pedra em todos os japoneses, devo dizer que eles não são os criadores desse movimento. O estilo surgiu em grupos de usuários de tumblr e lookbook de Londres. Agora sim vocês podem jogar as pedras. Mas aconselho vocês a guardarem um poucos delas, pois os japas tem sim sua parcela de culpa. Foram eles que disseminaram o PASTEL GOTH pelo mundo, até porque eles estão em todos os lugares. Os seguidores desse movimento conseguiram espaço em HARAJUKO com sua afronta ao tradicional - afronta para alguns é claro, bem poucos. Começaram a chamar atenção da galera usando meia calça preta + creeper+cabelo ton pastel + mais alguma coisa preta+ unicórnios multi coloridos com tons claros. Essa mistura, que já tinha conseguido dominar parte do continente do continente europeu, adquiriu ainda mais seguidores no asiático e agora já possui adeptos por todo o mundo. 

Acho o PASTEL GOTH um dos estilos mais interessantes que circulam em HARAJUKO. Gosto de como os adolescentes estão criando novos estilos, mesmo sendo inspirados em outros já consagrados. Seria então o estilo em questão uma adaptação? não tenho certeza se esse é o termo correto, e mesmo se for eu não vou usa-lo. A criatividade dessa galera me deixou feliz, e penso que todos também devem ficar. Esses jovens estão contribuindo para que no futuro exista uma tribo urbana original, ou não tão dependente do passado






























domingo, 29 de dezembro de 2013

Legião Urbana - Ao vivo no Metropolitan / 1994

Achei esse show por acaso. Ele estava em minhas recomendações do Youtube.  Gostei tanto dele que resolvi postar aqui no blog. A vibe é ótima.



sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Para Amar: Cut out Boots

Causando a discórdia no cenário da moda e destruindo laços fashions, a nova bota da marca  Balenciaga, assim como os modelos inspirados nelas, provocou um verdadeiro alvoroço. Existem aqueles que odeiam elas, como há os que a amam. Estou entre os integrantes do segundo grupo, e isso certamente não é surpresa para ninguém.

O calçado que já foi confundido até mesmo com uma bota ortopédica é o mais novo divisor de águas da atual geração de fashionistas. Os que possuem um pesamento ligado à ideias conservadoras afirmam que ela é ridícula, difícil de fazer combinações, imagem e semelhança de uma pessoa louca e acima de tudo imoral. Paras eles essas botas não podem constituir uma identidade visual. Isso quando elas são consideradas calçados propriamente ditos. 

E do outro lado da moeda, o lado enferrujado ou rabiscado, estão os esquerdistas fashions que lutam contra padrões visuais, pregam a liberdade e incentivam a diferença. Eles adoram a vibe pesada que essa bota possui. Segundo esses, as botas são ousadas, modernas, combinam com quase tudo e quem discorda disso está completamente desatualizado, quem sabe até pode ser taxado como retrogrado. 
E além disso também existe um grupo de pessoas indecisas que estão avaliando os argumentos das duas partes. Me pergunto se da tanto trabalho assim ter coragem para odiar ou amar um calçado. 

Minhas opiniões vão de encontro com os amantes dessa bota, porém não sou radical. Respeito quem a odeia assim como quem não sabe se gosta ou desgosta, mesmo achando essa indecisão inaceitável.  A moda é uma mistura que contem inúmeros ingredientes, contudo nenhum está ligado à falta de personalidade, que reflete em sua insegurança na hora de comprar uma Calça Jeans Flare por exemplo. Dúvida é uma coisa, insegurança é outra. 






















quarta-feira, 25 de dezembro de 2013